fbpx

A Linguagem não verbal das Mulheres de Sucesso

Conhecendo o significado em nossa vida, fica mais fácil transformar esse conceito em metas e engajar-se para o alcance do tão sonhado sucesso.

⏲ Tempo estimado de leitura: 3 minutos

“Não deixe que os outros definam quem você é. Você mesmo deve se definir” (Virginia Rometty)

O pensamento define o que é sucesso, conhecendo o significado em nossa vida, fica mais fácil transformar esse conceito em metas e engajar-se para o alcance do tão sonhado sucesso.

Focar no autoconhecimento, desenvolver habilidades e mensurar os resultados são importantes nesse processo. Entretanto, no decorrer dessa empreitada não avaliamos o impacto que a nossa comunicação verbal e a não-verbal tem.

Se você busca “acelerar” seu sonho é essencial que tenha em mente a relevância do tema.

De acordo com o professor Albert Mehrabian em seu estudo “Os elementos da comunicação pessoal”, a comunicação é constituída por 7% de palavras, 38% pelo tom de voz e 55% pela linguagem não-verbal. Associado ao estudo de Paul Ekman sobre a análise de microexpressões podemos compreender melhor a frase “Uma imagem vale mais que mil palavras” e a diferença que nossa linguagem corporal e expressão podem “dizer” por nós quando alinhadas ao que realmente estamos pensando.

No primeiro momento isso pode parecer muito complexo, mas você vai perceber que é uma questão de consciência e hábito.

Provavelmente, você em algum momento fez uma leitura de mente ao se comunicar com uma pessoa próxima e íntima. Há pessoas em sua vida, que nem precisa falar um “A”, ao vê-la você já viu como está ou o que aconteceu, certo?!

Isso é um sinal de que inconscientemente transmitimos uma comunicação não-verbal ao outro, antes mesmo dele abrir a boca. É interessante ressaltar que com pessoas de um convívio maior podemos ter um nível de assertividade ao “ler a mente”, no entanto, ser cautelosa nas deduções é um comportamento benéfico para evitar conflitos e falsas verdades.

Independentemente do âmbito de vida na qual busca o sucesso, a linguagem não-verbal deve estar equilibrada com o seu pensamento, emoção e comportamento. Você pode estar pensando: Não é todo momento que posso expressar abertamente, pois isso pode ocasionar numa situação constrangedora. Concordo, por isso, quanto mais consciente dos sinais que está emitindo, mais controle tem da situação no que lhe compete.

Sinais para transformar a realidade de uma mulher que era vista como insegura, fraca, vulnerável, dependente de harmonia, evitava conflitos, incapaz de se expor e impor e pouco resistente à pressão, para uma mulher determinada, empoderada e decidida:

Ao se comunicar com alguém:

  • Mantenha o contato visual, o olhar firme e cortês;
  • Tenha uma postura mais ereta e cabeça erguida;
  • Ao sentar-se, cruze as pernas e não balance os pés;
  • Ao falar, guie suas mãos com leveza ao dar movimentos aos gestos;
  • Tenha consciência do seu sorriso, pois sorrir na esfera pessoal é benéfico, mas no âmbito profissional pode ser interpretado erroneamente.
  • Tenha consciência das microexpressões: nojo, medo, tristeza, alegria, surpresa, desprezo, diversão, excitação, orgulho, alívio, satisfação, prazer e vergonha
  • Ao falar sua modulação de voz deve parecer mais “adulta”, autoconfiante e tranquila. Evite voz infantil, ingênua, aguda demais, chorosa ou repreensiva.
  • As pessoas têm uma percepção de quem você é pelo o que veste. Não me refiro a marcas, mas cada peça de roupa transmite um estímulo. Pesquise sobre os estilos e qual se encaixa melhor de acordo com a sua personalidade e essência porque sua imagem pessoal tem peso.

Experimente essas dicas no seu dia-dia, veja os resultados e se puder compartilhe comigo!

Grande abraço,

Mayra Soares

Mayra Soares Author
Mayra Soares tem 11 anos de experiência profissional em Gestão e Desenvolvimento de Pessoas. É Mentora pela Erlich Consultoria, Trainer Comportamental pelo Instituto de Formação de Treinadores (IFT), Master Coach com especialização em Business and Executive Coaching e Professional and Self Coaching, Consultora Analista Comportamental e Avaliação 360º certificada pelo Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), Behavioral Coaching Institute (BCI), International Coaching Council (ICC), European Coaching Association (ECA), Global Coaching Community (GCC), International Association of Coaching (IAC), Metaforum International e International Association of Coaching Institutes, Practitioner em PNL pela SCORE e Leader Coach pela Ellite Consultoria. Graduada em Gestão de Recursos Humanos, Pós-graduada Docência no Ensino Superior e Pós-Graduanda em Essencial Master Coaching. Coautora dos livros COACHING NAS EMPRESAS – Estratégias de Coaching para o ambiente corporativo e RH Trabalho e Aprendizado.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa