fbpx

A Inteligência Emocional e a torneira quebrada

É sábado, dia de limpeza e uma torneira quebrada. Entre sentimentos de injustiça, discussão e ofensas, o marido vai jogar bola e se embebedar, a mulher decide ir ao Shopping. E a torneira quebrada?

É sábado de manhã. Maria decidiu fazer faxina na casa e atribui ao marido arrumar a torneira que pinga. O marido fez planos de ir jogar futebol pela manhã.

Maria se sente injustiçada porque vai limpar a casa enquanto Jorge vai se divertir com os amigos.

Jorge se sente injustiçado porque trabalhou duro a semana inteira e quer se divertir no sábado de manhã. Pensa que poderia fazer isso outra hora.

Pronto! O duelo está armado! Discussão e ofensas. Xingam-se até a terceira geração.

Depois de muita briga Jorge sai na rua e meio desnorteado não sabe bem o que fazer… encontra um conhecido casual e juntos enchem a cara de cerveja. Jorge pensa em voltar pra casa, mas logo imagina Maria gritando estressada, então, adia a volta. Não sendo muito acostumado a beber, o mundo gira na sua cabeça.

Maria limpa a casa e derruba lágrimas no balde. Liga pra uma amiga e reclama do péssimo casamento que escolheu, dos anos perdidos e da injustiça de limpar a casa no final da semana. Termina a faxina aos prantos e decide ir ao shopping!

Só de raiva compra roupas que não precisa e gasta 1.000 reais que estava economizando para a viagem de final de ano.

Jorge volta pra casa bêbado, abraçado à privada, vomita sujando o banheiro limpo pela Maria. A esta hora eles nem lembram mais o motivo da briga!

Jorge dorme de ressaca enquanto Maria continua aos berros a insultá-lo.

No domingo de manhã ela acorda arrasada e vai pra igreja:

Chama o pastor, reclama do marido;

Faz campanha de oração de 7 dias;

Faz jejum e Expulsa o demônio do casamento e recebe uma resposta “divina” de uma amiga:

“Querida, o diabo apenas fez pingar a torneira o resto foi falta de inteligência emocional. Façam Coaching”

Mas esta não era a resposta que Maria esperava.

E assim a torneira continuou a pingar. Maria e Jorge voltaram ao trabalho na segunda-feira exaustos e mal-humorados.

Ah! O orçamento pra arrumar a torneira ficou apenas 30 reais. Jorge gastou 60 no botequim! A faxineira cobrou 100 pela faxina, mas Maria preferiu “economizar”.

E assim Maria e Jorge seguiram infelizes para sempre… e a torneira continuava pingando e nunca tinham dinheiro para as férias do final do ano.

E no último final de semana fiquei sabendo que vão se separar porque o processo de Coaching é muito caro e eles precisam pagar o advogado!

Betânia Machado tem mais de 15 anos no mercado executivo com atuação em empresas nacionais e multinacionais, em especial na área de comunicação e marketing. Sua atuação profissional atual, envolve iniciativas em múltiplos negócios que convergem para o desenvolvimento humano, como cursos, palestras e programas que utilizam ferramentas de Coaching como plataforma de trabalho. Formada em comunicação social com extensão em Gestão Estratégica de Negócios pela Fundação Getúlio Vargas, também é master coach membro da Sociedade Latino Americana de Coaching, Coach de Excelência pela Academia Emocional, e analista comportamental com dupla certificação (nacional e internacional).
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa