A importância da Inteligência Relacional

Relacionamentos podem ser complicados, dá trabalho e é necessário dedicação à família e aos amigos, a vida toda. Mas podemos em pequenas ações melhorar a nossa vida melhorando os nossos relacionamentos.

Seja bem-vinda, é com enorme alegria que estarei com você todos os meses falando sobre Relacionamento Afetivo.

Estou extremamente grata ao convite que me foi feito e ao reconhecimento e confiança no meu trabalho. Meu objetivo aqui é conduzir você a refletir sobre o padrão de relacionamento que vem mantendo, e provocar mudanças para superação de acontecimentos e sentimentos como divórcio, infidelidade, traição, medo, solidão. Se você me permitir tocar seu coração e fazer você buscar uma plenitude maior em seus relacionamentos, estarei realizada.

Sou mulher e posso ter uma história muito parecida com a sua: sou filha de Militar alcoólatra e de uma funcionária pública. Namorei 10 anos e permaneci casada por 21. Casei acreditando que iria dar certo até um final feliz, quando um ou outro morreria em idade bem avançada. Tenho dois filhos, adultos, 22 e 19 anos. A separação não foi fácil, romper um relacionamento de anos, onde se construiu uma história com Amor, leva a gente a dores físicas e emocionais. Algo precisava ser feito e eu não tinha recursos internos para fazer qualquer mudança, eu aprendi a superar e segui um caminho sozinha, e é esse caminho que muitas mulheres estão percorrendo, com minha atuação em suas vidas, de uma forma muito mais tranquila, para também superar e ressignificar suas dores.

Eu, verdadeiramente, acredito que podemos utilizar toda a nossa inteligência na forma como nos relacionamos, acredito em conexões construtivas, com afetividade, respeito e Amor.

Acredito que a mulher tem condições de colocar todas as suas dores em um ponto de partida para uma grande transformação na sua vida, basta que ela escolha.

Minha proposta é que você faça daqui um espaço de grande descobertas, que essa coluna possa contribuir de maneira positiva na sua vida. Leia e comente.

Até breve,

Ercilia Canali

A importância da Inteligência Relacional

Somos seres humanos e sociáveis, precisamos do convívio, do contato com outras pessoas, mas a gente sabe que envolver dois seres humanos gera a possibilidade de grandes emoções. Relacionamentos são dinâmicos, constantes e eternos, e se de fato somos programados a nos conectar precisamos desenvolver e aprimorar a nossa Inteligência Relacional.

Entende-se por Inteligência Relacional a habilidade de conduzir e enfrentar situações do nosso dia a dia, dos desencontros e encontros com qualquer pessoa e com nós mesmos, tendo resultado positivo sem gerar pensamentos e sentimentos de conflito e aborrecimentos.

É comum buscarmos aprovação social, sermos aceitos, fazer parte de algo, de um grupo, de uma comunidade, temos a necessidade de conexão com pessoas que tenham valores, gostos, afinidades parecidas com as nossas.

Buscamos pessoas que acreditem em nós, pessoas que aceitam como somos, que se identifiquem com a nossa vida. É maravilhoso quando temos sonhos e podemos compartilhá-los com pessoas que imediatamente se engajam, se entregam para realizá-los juntos conosco.

Já sabemos que grande parte do sucesso das pessoas é devido à sua competência e habilidade de se relacionar. Portanto necessitamos de pessoas que nos estimulem a crescer, evoluir, que aumente o nosso desenvolvimento e que nos tirem da zona de conforto.

Nós não precisamos daquelas pessoas que sugam a nossa energia e que nos colocam pra baixo. Mas nós aprendemos com todas as pessoas, com as boas e as más relações e também com os desentendimentos, com aquelas pessoas que causam alguma rejeição e mal estar. Os incômodos revelados devem ser vistos e analisados com carinho, a fim de melhorarmos nosso autoconhecimento, exercitarmos nossa percepção e assim evoluirmos. Qual ponto essa pessoa feriu, qual sentimento, ou emoção aflorou a partir do contato com ela?

Está bem, somos humanos e relacionamentos podem ser confusos e complicados, dá trabalho e é necessário dedicação pela família e amigos, a vida toda. Mas podemos em pequenas ações melhorar a nossa vida melhorando os nossos relacionamentos.

Existem recursos dentro de nós que muitas vezes deixamos de usar em nossas conexões por motivos relacionados à nossa educação básica, mas temos condições de mudar essa situação. Nossas escolhas são capazes de mudar a nossa vida e a vida de outras pessoas. Se aprendermos a nos conectar de forma saudável e menos primitiva, uns com os outros, seremos protagonistas de um futuro de bons relacionamentos.

  1. Troque TV e telefone pelo contato pessoal;
  2. Mantenha também bons relacionamentos com a comunidade;
  3. Anime uma relação antiga fazendo novo juntos;
  4. Marque encontro com os amigos para bater papo;
  5. Ligue para aquela pessoa que você não fala há anos;
  6. Dedique um tempo do seu dia para ligar ou mandar uma mensagem para aquela pessoa que é importante para você;
  7. Faça atividades com que ama;
  8. Viva para amar e entregar amor, não para manter raiva e rancor.

Outra forma importante de nos proteger em nossos relacionamentos é manter sempre a nossa identidade, então seja gentil consigo mesma, não viva o desejo e o sonho do outro. Se não definirmos a nossa identidade e personalidade, nos misturamos com o outro e os relacionamentos ficarão confusos e destrutivos.

E dentro do princípio de que todos que passam na nossa vida são importantes quero te agradecer por já fazer parte da minha vida lendo esse artigo.

Ercilia Canali é mulher, mãe, amiga, filha, divorciada, amante da natureza e mesa de café da manhã bem montada na delicadeza dos detalhes. Coach de Relacionamento, especialista em conduzir a mulher a superar a infidelidade, o divórcio, dependência emocional, medo, solidão, e dificuldade de se relacionar. Certificada Professional Coaching, Self Coaching e Coaching Generativo, pelo Centro Nacional de Coaching – Cenacoaching; Practitioner SOAR – Soar Advanced Certification Program Presential, – Analista Comportamental, em Flórida Christian University – FCU (USA); Practitioner PNL – Programação Neurolinguística, pelo Centro Nacional de Coaching – Cenacoaching; Criadora do Programa de Atendimento Percurso Afetivo, – metodologia de Coaching específica para mulheres; Idealizadora e Facilitadora do Círculo Afetivo, – encontro de mulheres com compromisso umas com as outras de apoio, respeito, escuta e conexão; Pós-graduação em Gestão e Desenvolvimento de Consultoria Interna em Recursos Humanos pela Fundação Armando Álvares Penteado – FAAP; Graduada em Serviço Social pelas Faculdades Metropolitanas Unidas – FMU; Membro do Grupo de Estudo e Trabalho dos Profissionais de Recursos Humanos das Agências de Publicidade de São Paulo; Colunista em Portal de Desenvolvimento Humano e de Revista de Liderança; Mais de 30 anos dedicados a área de gestão de Recursos Humanos.
follow me
Neste artigo


Participe da Conversa