Anúncios

9 livros de produtividade que você precisa ler

Você já percebeu que seus resultados, seu crescimento e sua carreira estão diretamente relacionados à sua produtividade, certo? Confira 9 livros incríveis que podem ajudar você a ser mais produtivo!

Por Márcio Oricolli Jr. (Head de Conteúdo e Professor na Escola Conquer)

Se você está aqui é porque quer conhecer livros incríveis que podem te ajudar a ser mais produtivo.

Ótimo. Você, muito provavelmente, já percebeu que seus resultados, seu crescimento e sua carreira estão diretamente relacionados a quão produtivo você é, e isso é excelente!

Como professor de produtividade eu já pude ajudar milhares de pessoas a se tornarem mais produtivas, organizadas e capazes de executar no seu máximo para gerar melhores resultados em menos tempo.

Por isso, sinto que preciso conversar um pouco com você antes de efetivamente te falar sobre os livros.

Preciso, porque assim as chances de você se beneficiar, de fato, com as indicações aumentam consideravelmente – e você já vai entender porquê.

Talvez o que eu vou falar agora não te agrade (e tá tudo bem)!

E por que talvez não te agrade? Porque vai te tirar da sua zona de conforto e talvez vá contra o que te foi ensinado a vida toda!

Mas acredita em mim: vai fazer sentido! E se você quer mesmo aumentar sua produtividade, precisa ser valente e ir até o fim.

Isso dito, vamos à luta.

A luta ANTES dos livros

Já parou pra pensar que há zilhões de livros no mundo. E tem você.

Você que, depois de alguma resistência criada pela marvada da procrastinação, escolhe um livro pra ler e pronto: maravilha, agora vai. Comprometimento. Orgulho de si mesmo.

“Vou ler esse livro e ficar mega produtivo”.

Livro bem recomendado, capa bonita – vale até uma fotinho no Insta.

Aí você começa a leitura…

Vai bem. Anotações,. aprendizados… A importância da leitura! Agora sim, vida nova!

E segue a leitura…

E você leu uma página e nem percebeu que leu! Ó! Desatenção!

Mas você volta e lê de novo. E quando há outra desatenção, você resolve parar um pouquinho.

Mas volta ao livro!

Sono.

Sono. Sono demais. Precisa descansar.

E alguns dias se passaram. E nos últimos, acabou nem “dando tempo” para ler o livro.

E aí fica aquele livro ali, te encarando. Esfregando na tua cara que você não tem jeito mesmo, nunca vai executar em alta performance: não consegue nem acabar um livro!

Acaba a história de amor com o livro e é chegada a hora de eu entrar e te defender; de correr o meu risco para garantir que as chances de você aproveitar os livros de produtividade que vou recomendar sejam BEM maiores.

Por isso eu pergunto: e você precisa terminar o livro? Precisa ler ele inteirinho, da primeira até a última página?

Não. Não precisa.

Há zilhões de livros no mundo. É livro demais para você ficar sofrendo, se arrastando, forçando a barra para terminar um que já não está acrescentando e não quer mais ler – mas que “PRECISA ACABAR” antes de começar outro.

Ter que acabar um livro chato é o que a gente tinha que fazer na escola. No vestibular. Isso é coisa de sistema de ensino engessado e ultrapassado.

“Ó! Mas, veja bem, ler o livro até o final, o que faz o sistema de ensino tradicional, é desenvolver a disciplina! Seu ingrato!” (E começa a voar os tomates em mim…)

Se você pensa que ler o livro até o final estimula a disciplina, você tem razão. Estimula mesmo. Porém, apenas uma parcela (pequena) de disciplina: a de ir até o final; de obedecer.

Não estimula, por exemplo, a disciplina de tentar, de começar de novo, de ser criativo, independente…e o problema nisso é que ao não desenvolver essas qualidades, o seguinte pensamento/vilão toma conta: “Nem vou começar a ler porque eu sei que não vou acabar”.

Há zilhões de livros no mundo e o mundo está mudando em uma velocidade com aceleração exponencial. É necessário que você, leitor, chute para longe a crença da nota 10 com estrelinha no caderno.

Em outras palavras: LEIA O SUFICIENTE. Cada livro tem uma ideia central e você consegue sentir quando você absorveu essa ideia.

Outra coisa que você pode fazer (eu inclusive também faço) é dar uma olhada no sumário e escolher os capítulos que deseja ou precisa naquele momento, ler e guardar o livro. Agora você sabe tudo o que pode encontrar no livro e quando precisar pode pegá-lo novamente e consultá-lo.

Se a leitura continuar sendo valiosa, continue, então. Vá sim, claro, até o final!

Mas se não estiver, troque de livro. Segue o baile!

Ler um livro não deve ser algo doloroso. É um exercício de prazer. E prazer construtivo!

Quer ter alta performance? Tenha “sprints” – foco total e ação contínua, se possível em estado de flow – e tenha também momentos de descanso. Equilíbrio, meu amigo.

E o descanso pode ser construtivo: como uma leitura prazerosa, com conteúdo prático para a vida. Isso é conseguir ter e manter alta… altíssima performance.

Mario Quintana, um dos grandes escritores brasileiros, disse assim: “Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não leem.”

Agora, sim, bem alinhados, vamos a lista de livros…

Os 9 livros de produtividade que você precisa ler

1. Os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes

Esse é um clássico que vale ser visitado várias vezes. O próprio autor, o lendário e já falecido Stephen R. Covey, no início do livro já avisa: leia na ordem que preferir (e precisar).

O livro mostra os 7 hábitos necessários para ser altamente eficaz – e de forma bem escrita, com vários exemplos e fluxogramas.

Quer saber quais são os 7 hábitos? Vai ler o livro! Rs

2. Primeiro o mais importante

Esse livro faz parte da sequência de livros dos 7 hábitos (mencionado logo acima). É do mesmo autor e a mensagem central já é mencionada nos 7 hábitos, mas, por ser de fundamental importância, mereceu um livro só pra ela – e que bom!

Como identificar o que é o mais importante para você e/ou para o seu negócio? Como defender a execução disso no dia a dia?

Mais do que gerar boas e valiosas reflexões, o livro ensina, em uma leitura fácil, a como colocar isso em prática.

3. O Milagre da manhã

Em minha própria experiência e no exemplo de outras pessoas que admiro, comprovo a importância de criar e manter “rituais”, sequências bem definidas de atividades, tratadas com respeito.

Esse livrinho aí que comecei a ler sem esperar muito dele, hoje posso dizer que melhorou muito a minha qualidade de vida e capacidade de produzir em alta performance.

A ideia central do livro é fazer na sua primeira hora do dia as atividades mais importantes para você – que vão melhorar sua performance. E fazer disso um ritual.

Mais do que acordar cedo ou não, vale a leitura para entender o valor que os “rituais” têm na sua performance.

4. O poder do hábito

Depois de se formar em Harvard e em Yale, Charles Duhigg ganhou um Prêmio Pulitzer com esse livro. Não ganhou à toa: o livro é bem escrito e mostra com uma visão científica o que é e como é formado um hábito.

Hábito é importante para aumentar sua produtividade?

( ) sim

( ) óbvio que é, segue o texto, cara

Para você não achar que perdeu tempo com minha piada, vou te dar uma dica para você ganhar tempo na leitura desse livro.

Tem um capítulo lá no final chamado “Como pôr em prática o poder do hábito”. Vai lá!

E aí se quiser/precisar se aprofundar ainda mais, devore o livro inteiro.

5. Super better

The book is on the table. Se você conseguiu ler isso, em inglês, se deu bem: esse livro só tem (ainda) in English, baby.

Como a psicologia por trás dos jogos pode ser utilizada para aumentar a produtividade?

A “gamificação” é um conceito cada vez mais utilizado, por ser cada vez mais comprovada a sua eficácia. Eu comprovei e continuo comprovando e me surpreendendo positivamente.

A Jane McGonigal, autora do livro, ensina na primeira parte o tanto e o porquê da gamificação funcionar (citando várias pesquisas interessantes) e na segunda parte, foca em ensinar como pôr em prática (criando um monte de “missões” para você ir cumprindo – e aumentando sua capacidade de produzir).

6. GTD – A arte de fazer acontecer

A “Arte de Fazer Acontecer” é uma metodologia de produtividade e que eu expliquei com detalhes aqui nesse post.

O livro é uma leitura para quem quer se aprofundar. E vale a pena. O autor traz vários exemplos de situações cotidianas de tarefas a serem feitas e como organizá-las e executá-las seguindo a metodologia GTD.

7. From novice to expert

Another book only in English. E que vale a leitura.

Produzir em alta performance em um mundo de constantes mudanças exige aprendizado rápido.

Mas… como aprender rápido? É o que o livro ensina: há 6 passos para aprender qualquer coisa de forma mais ágil e eficaz.

No final desse artigo eu vou contar um desses passos, os outros 5 você já sabe onde encontrar.

8. Gerenciamento da rotina do trabalho do dia a dia

Um livro mais técnico. Bem mais técnico. Serve para estruturar sua empresa inteira em um fluxo de trabalho com qualidade, sem desperdício, com padronização, inteligência… produtividade.

Ou pode servir “apenas” para você ter insights de como aperfeiçoar sua própria rotina na empresa (ou até fora dela, criando uma rotina com padrões e, por que não, métricas – claro que sem exagero).

Nesse livro do Falconi, o “papa” da gestão da qualidade, há muito conhecimento em poucas palavras. É escrito com clareza e tudo é bem explicado.

Sabe o famoso “entendeu ou quer que eu desenhe”? Então… tem “desenho” (fluxogramas didáticos) para quase tudo no livro. Aproveita.

9. Produtividade Level Up

Esse é um e-book gratuito, sim, na faixa! Uma ótima pedida pra você começar as suas leituras.

Nele você vai descobrir 10 práticas para aplicar no seu dia imediatamente e dar um gás na sua produtividade.

Quem escreveu esse e-book foi o Sidnei Junior, co-fundador da Escola Conquer. A leitura bem fácil, rápida e divertida. Tudo bem direto ao ponto, sem enrolação.

Ele apresenta técnicas e hábitos comuns aos profissionais que performam em alto nível e que vão te ajudar a fazer muito mais em menos tempo!

Pode ficar tranquilo que a indicação desse e-book não é “jabá” não. O livro é bom mesmo (e “de grátis”!).

Para baixar o e-book e ler agora mesmo é só ir aqui.

“Ai, mas eu li um livro ótimo que não tá aqui nessa lista”. Que ótimo. Escreve nos comentários, por favor!

Escreve mesmo.

Tem muito livro bom. E tem muito livro que fala a mesma coisa de forma diferente.

E é bom ler a mesma coisa de formas distintas para fixar ainda mais o conteúdo? É sim.

E não.

Calma!

É bom sim quando você quer se aprofundar muito no tema ou se você ainda não entendeu bem a primeira leitura.

E o que é o “entendeu bem”?

Boa pergunta. Obrigado!

Entender bem é entender o suficiente para levar o que leu para a prática. Ponto. Sem teoria demais.

Uma das dicas do livro From novice to expert, de como aprender mais rápido, é justamente isso: busque conhecimento com foco em como você pode já imediatamente levar para a prática.

Esse artigo, por exemplo, como você já pode levar para a prática?

Além de ler as indicações, saiba que criar e manter a alta performance exige hábitos construtivos e a leitura deve ser um deles.

Repito: deve.

Ler não é obrigação, mas, para quem quer alta performance, é uma necessidade.

Você quer ler para extrair conhecimento prático. Aprender a produzir e a viver com maior proveito do seu tempo e outros recursos.

Então tira aquela pressão desnecessária de que tem de ler todo livro até o final – como se fosse ter que fazer uma prova teórica depois da leitura – e começa de forma natural: começando.

Escolhe um primeiro livro e aproveita.

E para ter um fechamento bonito, uma frase bonita – e verdadeira, do escritor Ralph Waldo Emerson:

“Se encontrarmos um homem de intelecto raro, devemos perguntar-lhe quais livros ele lê.”

Criada em agosto de 2016, a Conquer ensina as habilidades que as faculdades e pós não ensinam, mas que são fundamentais para o crescimento profissional de qualquer pessoa, independente da idade ou área de atuação. Essas habilidades são chamadas de “First layer skills” (habilidades de 1ª camada) porque são essas habilidades que vão potencializar a parte técnica de qualquer profissional, que vão fazer ela se destacar e atingir maiores resultados. Habilidades como oratória, produtividade, inteligência emocional, liderança, negociação. Entre os mais de 8.000 alunos que já passaram pela Conquer, em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte estão empreendedores e profissionais das mais diversas empresas. Além dos cursos para pessoa física, que foi o porquê da Conquer ter nascido, temos uma área focada somente em treinamentos in company. Já atendemos clientes como Votorantim, Grupo Boticário, Ambev, PwC, Renault e Electrolux, de norte a sul do país.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa