Anúncios

13º salário e Black Friday: fique atento com essa união!

Neste ano, o pagamento da primeira parcela do 13º salário coincide com a Black Friday, ou seja, esse “casamento” pode se tornar uma grande armadilha.

13º salário e Black Friday: fique atento com essa união!

Mais uma vez está chegando o pagamento da primeira parcela do 13º salário para trabalhadores com carteira assinada, que tem prazo até o dia 30 de novembro. Neste ano, o pagamento coincide também com a Black Friday, ou seja, esse “casamento” entre as duas datas pode se tornar uma grande armadilha.

Não estou dizendo que é errado utilizar o dinheiro extra do 13º para fazer compras, desde que elas já estejam planejadas com antecedência. Neste ano, 74% dos consumidores não pretendem utilizar o 13º para comprar durante a Black Friday, segundo uma pesquisa realizada pelo site oficial do evento.

Apesar dos números sinalizarem uma mudança de comportamento do brasileiro em relação ao consumo, ainda há muito o que avançar. A pesquisa também indica que, em 2018, mais da metade dos consumidores (51%) comprou algo que não havia planejado, provando que muitos ainda cedem às famosas compras por impulso.

A educação financeira tem como premissa uma relação mais saudável com o dinheiro, fazendo com que os gastos desnecessários sejam substituídos por outras dívidas de valor, focando sempre na realização de sonhos, com planejamento e sustentabilidade financeira.

Sendo assim, analise o quanto de fato irá ter disponível para utilizar e faça com que esse dinheiro não desapareça em minutos. Considere, portanto, utilizar metade desse valor para compras e os outros 50% poupe para a realização de um sonho de curto ou longo prazo.

Por outro lado, caso você se encontre na parcela de mais de 63 milhões de inadimplentes e esteja enfrentando dificuldades com dívidas, não se desespere e saia utilizando o valor para quitá-las sem critério.

Analise primeiro o quanto e para quem se deve, sempre priorizando as com maiores juros. Tente conversar com o credor para conseguir descontos e caso não seja suficiente para quitar a dívida, aguarde outro momento para ter melhores condições de negociação.

Além disso, tenha em mente uma projeção para os próximos 12 meses de 2020, já considerando as despesas que sempre aparecem: IPTU, IPVA, matrícula e material escolar, enfim, saiba tudo o que terá de arcar e planeje-se desde já com o dinheiro extra para que esses compromissos não se tornem pesados quando chegarem.

Por fim, caso tenha certeza de que as compras na Black Friday não irão comprometer o orçamento, ainda sim faça pesquisas, compare preços na internet e fique atento a parcelamentos muito longos. Caso não haja a possibilidade do pagamento à vista com desconto, opte por parcelas mais curtas.

Então não se esqueça: 13º salário e Black Friday: fique atento com essa união!

Faça dessa compra um momento prazeroso, que irá te trazer benefícios, não apenas para satisfazer desejos momentâneos, que poderão trazer arrependimentos futuros.

Reinaldo Domingos
Inscreva-se no Canal Dinheiro à Vista

Reinaldo Domingos é PhD em Educação Financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira. Está a frente do canal Dinheiro à Vista, é colunista do de diversos meios de comunicação. Autor de diversos livros sobre o tema, como o best-seller Terapia Financeira e o livro Empreender Vitorioso.
follow me
Anúncios
Neste artigo


Participe da Conversa